PRE-SP ajuiza ações contra seis partidos que não promoveram participação feminina na política

Ligado .

Procuradoria mantém fiscalização contínua da propaganda partidária veiculada em rádios e TVs

A Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo (PRE-SP) ajuizou na quinta-feira (22) ações contra oito partidos por descumprimento da exigência legal de promover a participação política das mulheres na política e por desvirtuamento de conteúdo de seus programas veiculados em rádios e TVs. As ações são resultado da fiscalização contínua que a PRE vem mantendo em relação aos programas partidários e referem aos cinco primeiros meses do ano.

A PRE-SP requer, em seis das ações ajuizadas no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), que PSOL, PR, PP, PSDC, Solidariedade e PTN recebam como sanção a redução de tempo de seus programas, equivalente a cinco vezes o tempo que não foi utilizado para a promoção da participação da mulher na política. Em relação aos três últimos, também foram registrados desvirtuamento do conteúdo veiculado, assim como ocorreu com PDT e PRB.